Buscar
  • prismaVENT

Assistente a Tosse: Um recurso inovador que só o prismaVENT tem!



A tosse é um reflexo protetor natural do corpo para remover secreções e/ou material estranho das vias aéreas. Na sua forma mais extrema, a tosse pode ser vista como uma expiração forçada, existindo 3 fases distintas:

1. Inicia-se com uma inspiração profunda - até 80% da capacidade vital

2. A pressão torácica é gerada pela aplicação de força expiratória contra uma glote fechada e contração dos músculos expiratórios

3. A glote se abre abruptamente, o ar flui em alta velocidade e a secreção é expelida. A velocidade de pico no brônquios podem atingir mais de 200 km/h. Este processo requer a ajuda dos músculos expiratórios, que podem ser melhor empregados quando o paciente está sentado ou semi-reclinado


Pacientes com doença neuromuscular - Distrofia Muscular Duchenne ou Esclerose Lateral Amiotrófica - sofrem de fraqueza nos músculos inspiratórios e expiratórios e consequentemente não possuem força para gerar o fluxo mínimo de 160 a 300 litros/ minuto necessário para uma normal de tosse. Um distúrbio da função de tosse leva a uma variedade de alterações fisiopatológicas:

1. O aumento do acúmulo de secreção provoca um estreitamento do lúmen das vias aéreas e dificulta a ventilação

2. A atelectasia ocorre com maior frequência

3. Redução da área disponível para trocas gasosas

4. A presença continua de secreções promove o aumento da colonização bacteriana e leva a infecções virais e bacterianas


LIAM (Manobra de Auxílio na Insuflação Pulmonar)

Terapia de Ventilação deve ser associada a um eficiente gerenciamento de secreção para pacientes neuromusculares com insuficiência respiratória grave. Em resposta a este requisito terapêutico, foi desenvolvido um conceito de tratamento inovador que integra a função de mobilização de secreções no ventilador. Especificamente, o processo exclusivo de apoio à tosse LIAM (Manobra de Auxílio à Insuflação Pulmonar) foi integrado no ventilador prismaVENT50. O processo é baseado em uma manobra inspiratória na qual os pulmões e o tórax são "pré-tensionados" por uma inspiração profunda.


Como funciona o LIAM?

Um estímulo inspiratório é utilizado durante a ventilação para sobrepor uma respiração mecânica adicional. A expansão torácica assim gerada provoca um aumento no Pico de Fluxo de Tosse, ou a tosse máxima, e facilita a eliminação da secreção. Dessa forma o paciente pode então tossir de forma eficaz.


#assistentetosse #ventilacaonaoinvasiva #vni #escleroselateralamiotrofica #ela #dpoc #distroficamuscularduchenne #bipap

24 visualizações