Buscar
  • prismaVENT

Higienização Brônquica com o uso do dispositivo de ventilação


Cough Assist LIAM
Homem tossindo

Tossir é um reflexo natural de proteção da via aérea, podendo ser desencadeada voluntariamente pelo paciente ou estimulada por um profissional constituindo uma importante ferramenta dentro do arsenal terapêutico destinado a manter uma drenagem adequada de secreções.

Na população saudável, o sistema mucociliar e os mecanismos de tosse são eficientes na defesa do sistema respiratório contra o ônus da secreção, mas esse mecanismo pode se tornar ineficaz por um mau funcionamento do sistema respiratório e/ ou na presença de excesso de secreções nos brônquios.


As recorrentes infecções do trato respiratório levam a piora da fraqueza muscular respiratória e como em um ciclo vicioso a novas doenças respiratórias. A hipoventilação e a gestão de secreções estão entre os problemas mais importantes do ponto de vista do paciente com doença neuromuscular que apesar das implicações claras tem recebido pouca atenção ao seu cuidado.


A linha de ventilação mecânica invasiva e não invasiva prismaVENT, incorporou em seu equipamento prismaVENT50 a função de assistência tosse junto aos modos vetilatórios. Essa tecnologia, chamada LIAM (Manobra de Assistência de Insuflação Pulmonar), consiste na insuflação pulmonar com uma alta pressão que pode atingir até 50 cmH2O simulando

um suspiro. A vantagem dessa técnica é que o fechamento ativo da glote por parte do paciente não é um requisito para sua realização.

Estudos comprovam uma melhora no PFT comparáveis os dispositivos mecânicos clássicos do tratamento da tosse, com a vantagem dessa tecnologia estar presente ao ventilador sem custos extra.


LIAM: Manobra de Assistência de Insuflação Pulmonar


A terapia de ventilação deve ser associada ao manejo eficiente de secreções para pacientes com déficit respiratório. Em resposta a este requisito terapêutico, um conceito inovador de tratamento foi desenvolvido que integra a função de assistência a tosse no ventilador. O processo é baseado em uma manobra inspiratória em que os pulmões e tórax são "pré-tensionados" por uma inspiração profunda.


Como funciona o LIAM

Uma manobra inspiratória é usada durante ven􀆟lação para sobrepor um volume adicional definido pela mecânica respiratória (ΔP) no IPAP. A expansão torácica gerada provocará um aumento do Pico de Fluxo de Tosse (PFT) durante a fase expiratória que provocará o estimulo de tosse, facilitando a eliminação da secreção. Dessa forma o paciente poderá

tossir mais efetivamente.


Manobra higiene bronquica LIAM
LIAM: Cruva de pressão detalhada


As configurações são feitas no equipamento seguindo os seguintes passos:

1. Ative a LIAM (insuflação) no Menu de ventilação

2. Selecione deltaP LIAM (IPAPmax)

3. Selecione Ti LIAM e Te LIAM

4. Defina o período de tempo para a manobra LIAM

5. Definir intervalos nos quais a LIAM será repetida

6. Selecione o número de respirações ofertadas pela LIAM


Se a função LIAM atingir o efeito desejado antes que todas as respirações tenham sido

entregue, o usuário pode terminar prematuramente a função pressionando a tecla

LIAM novamente.

Se o desejo for usar a função LIAM por um período maior, pode-se definir a função para ser ativada de forma automática a partir de um minuto até de forma contínua ao longo do tempo. O ajuste da frequência também pode ser parametrizado (15 segundos a 24 horas) e se o paciente precisar de várias respirações LIAM sequenciais para completar a manobra com sucesso, até 10 respirações podem ser administradas.


Mais benefícios da LIAM:

• O paciente não precisa desconectar do ventilador para realizar o gerenciamento de tosse, com outros dispositivos.

• A manobra leva menos tempo do que com outras tecnologias e é, portanto, mais confortável para o paciente.

• Especialmente importante para os casos de distrofia muscular pelo fato deste pacientes não conseguirem fechar a glote quando necessário.

• O paciente retém um certo grau de independência; A LIAM também pode ser acionado pelo cuidador.


13 visualizações0 comentário